Cargando...

Ainda a defesa

Ainda a defesa

Ainda a defesa

POR MARIO D. LA GATTO

É difícil comentar um jogo em que River sai perdendo, mais uma vez, desde os vestiários. Banfield conseguiu a vantagem aos 4PT numa jogada em que pese a atordoada saída de Carrizo, a bola insiste em ficar com Romero. Com tanta facilidade, este levanta a bola no pau oposto para Ramírez cabecear sem qualquer interferência do zagueiro Roman. Cadê a defesa de River? O jogo nem tinha começado e La Banda já perdia por 1x0.


O sangue de Angel Cappa começa a ferver. Meia hora depois, Bustamante faz falta evidente sobre Arano que, desequilibrado acaba cometendo falta a Romero na área de River. Pezzotta sanciona pênalti, e a freqüência cardíaca do DT vai às nuvens. Carrizo defende e o jogo segue 1x0, mas Cappa continua a protesta e é expulso. Nem o DT nem seu assistente estavam preparados para a contingência: não tinham celulares nem rádios, e precisaram se comunicar à moda antiga – no gogó.


A partir dali tudo ficou mais fácil para Banfield, que roubou a bola no meio, cortou bem em defesa, e saiu veloz no contra-ataque. O Taladro teve várias chances de ampliar, e praticamente todas as bolas levantadas na área de River levaram perigo. Banfield ganha todas no meio, e River não consegue chegar até a meta defendida por Bologna.


No ST River vem decidido a buscar o empate e vai empurrando Banfield para trás. Aos 20ST Victor Lopez segura Pavone pela camisa e o derruba na área. Pênalti que Ortega converte e põe o jogo 1x1. Mas a alegria dura pouco: apenas 2’ depois o próprio Victor Lopez põe Banfield outra vez em vantagem. Nova jogada de Banfield pela esquerda em que falham na seqüência Maidana, que não consegue afastar, e Carrizo, a quem a bola escapa por baixo do corpo: 2x1.


Com o jogo no fim e Banfield já sem gás, a pressão de River dá finalmente resultado: faltando 4’ para o apito final, uma bola levantada por Mauro Diaz encontra a cabeçada certeira de Roman, que a coloca junto do pau esquerdo de Bologna e se redime do seu erro no primeiro gol.


River foi para o campo com um time teoricamente ofensivo, mas foi Banfield quem na prática gerou mais situações de gol. A defesa Millonaria continua um pesadelo; qualquer bola na área é meio gol. O meio-campo perde muito a bola e é ineficiente na criação. Ortega poderá ter alguns lances de genialidade, mas já entrou em declínio físico. River não pode depender apenas dele.
Cappa precisa mudar urgente o esquema de jogo. River não pode perder mais pontos. Agora é preciso começar a jogar como a maioria: esperar bem postados atrás, roubar a bola no meio, e sair rápido em contra-ataque. River precisa gerar mais situações de gol, e aproveitar melhor as que cria.


O empate de ontem a noite foi um milagre. Da próxima vez, podemos não ter a sorte de encontrar uma cabeçada salvadora.


Últimos videos

Comentarios


Agreganos a favoritos Cerrar
Agreganos a favoritos Cerrar